LISTEN LIVE: Loading...

Advertisement

 

Brasileiros em Boston se preparam para votar na eleição presidencial

This story was translated from English; read the English version here.

Muitos dos mais de 37 mil eleitores brasileiros registrados em Massachusetts estão se preparando para votar para presidente em locais na região de Boston e Framingham neste domingo.

Massachusetts concentra uma das maiores comunidades brasileiras nos Estados Unidos. Historicamente, os brasileiros aqui votam em candidatos de direita nas eleições brasileiras.

Neste ano, a eleição presidencial está muito polarizada no Brasil. O candidato esquerdista e ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está à frente nas pesquisas em relação ao atual presidente Jair Bolsonaro, de extrema direita.

“Bolsonaro não vai conseguir 87% dos votos em Boston de novo. Claramente, o apoio a ele caiu em todos lugares”, diz Taylor Boas, professor associado de ciência política na Universidade de Boston.

Boas diz que, no entanto, Bolsonaro deve manter a maioria dos votos na região de Boston, embora Lula seja favorito no Brasil.

Durante o governo Bolsonaro, o Brasil registrou o segundo maior número de mortes por Covid no mundo. A economia piorou drasticamente e mais de 33 milhões de pessoas estão passando fome. A taxa de desmatamento da floresta amazônica também foi recorde na administração do atual presidente.

Por outro lado, Lula vai precisar reconquistar a confiança dos eleitores após ser condenado por corrupção e passar mais de um ano e meio na cadeia.

Tamires Viana, 34, de Everett, é especialista em saúde mental e mora nos Estados Unidos há 15 anos. Ela diz que vai votar em Bolsonaro porque as pautas do governo promovem valores como livre-comércio, privatizações e família.

Outros veem esperança em uma mudança de governo. Bruno Cassimiro, 32, gerente geral de um restaurante em Framingham, diz que sempre foi interessado em política. Ele transferiu seu título de eleitor quando imigrou para os Estados Unidos cerca de dez anos atrás.

“Essa eleição é uma das mais importantes na história porque além de estar em jogo o próximo presidente, estão em jogo valores de democracia e sociedade.”

Mesmo morando no exterior, ele considera imprescindível votar.

“A gente sai do Brasil, mas o Brasil não sai da gente. Eu amo meu país e não vou desistir de querer um futuro melhor para o Brasil.”

Correção: Esta matéria foi atualizada para esclarecer que há mais de 37 mil eleitores brasileiros registrados em Massachusetts.

Related:

Paula Moura Twitter Reporter, Climate and Environment
Paula Moura is a reporter on WBUR’s climate and environment team.

More…

Advertisement

 
Play
Listen Live
/00:00
Close